LabÁgua chega à última etapa com novas iniciativas

Programa da Votorantim Energia e Instituto Votorantim que visa a aceleração de projetos em recursos hídricos para o semiárido terá quatro iniciativas para validação em campo

O LabÁgua, programa da Votorantim Energia e Instituto Votorantim com o objetivo de buscar soluções para a escassez de água no semiárido brasileiro, anuncia os projetos aprovados para receber o capital semente e validar as soluções em campo. São eles: GeoGO (Brasília, DF), SDW (Salvador, BA), Versati (Campinas, SP) e o Instituto Nacional do Semiárido – INSA (Campina Grande, PB).

Essas organizações integram as 20 selecionadas para a primeira edição do LabÁgua. Todas foram aceleradas nos últimos dois meses, em uma programação focada em seu desenvolvimento e adaptabilidade ao território, sob mentoria de especialistas convidados e da própria companhia. Os projetos, provenientes de 12 estados, do Distrito Federal e do exterior, pleitearam a seleção com MVPs (mínimo produto viável) validados ou em fase de validação.

Os empreendedores contarão com capital semente de até R$ 230 mil, distribuídos de acordo com as necessidades de cada um dos quatro aprovados. O início do trabalho está previsto para novembro de 2021. A relevância do programa fica ainda mais evidente em razão da escassez de chuva observada nos últimos meses e a preocupante situação hídrica em diversas regiões do Brasil.