Conselho emite diretrizes sobre segurança cibernética

Resolução trata de prevenção, tratamento e resposta, além de capacitação e novas tecnologias

Uma nova resolução com as Diretrizes sobre Segurança Cibernética no Setor Elétrico foi aprovada pelo Conselho Nacional de Política Energética nesta quarta-feira, 20 de outubro. Ela trata de questões como prevenção, tratamento, resposta e resiliência do setor elétrico, além de processos, capacitação de pessoas e tecnologias voltadas para o tema.

A segurança cibernética foi analisada por grupo de trabalho criado pelo governo, que recomendou maior atenção das instituições, empresas e agentes do setor, assim como a adoção de melhores práticas para proteção e continuidade dos serviços prestados, segundo nota da Ministério de Minas e Energia.

O setor elétrico deve considerar a segurança cibernética como um investimento, já que um ambiente seguro permite ganhos operacionais por meio de tecnologias para operação remota e coleta de dados, que reduzem custos com manutenção. Novas tecnologias também estão associadas a melhores índices de qualidade dos serviços de geração, transmissão e distribuição, de acordo com o MME.