Aneel aprova perdas técnicas e comerciais da Santa Maria

Processo conclui a revisão tarifária da distribuidora, que teve aumento médio de 10% em setembro desse ano

A Agência Nacional de Energia Elétrica concluiu o processo de revisão tarifária da Empresa Luz e Força Santa Maria, com a aprovação do valor de referência para as perdas de energia a serem consideradas nos reajustes de 2021 a 2025. Para as perdas técnicas, foi estabelecido o percentual 9,0% em relação à energia injetada, e para as comerciais ficou definida uma trajetória de redução que começa com 2,4% este ano e termina em 1,9% ao final do período.

O índice de revisão da ELFSM foi aprovado pela Aneel em setembro e entrou em vigor no dia 22 daquele mês. O processo levou a um aumento médio nas tarifas de 10,08%, com efeito médio de 0,78% para os consumidores conectados na alta tensão e de 12,08% para os da baixa tensão.

Na época, também foram fixados os limites dos indicadores de qualidade DEC e FEC, que medem a duração e a frequência das interrupções no fornecimento de energia na área de concessão da distribuidora, para o período de 2022 a 2026. A Santa Maria fornece energia para 11 municípios do Espírito Santo.