AES Brasil e governo do Ceará realizam estudo para produção de hidrogênio verde

Companhia lidera a elaboração de proposta de política pública para desenvolvimento do mercado

A AES Brasil assinou um memorando de entendimento com o governo do Ceará e outro com o Porto de Pecém para estudo de viabilidade de produção de hidrogênio verde, um vetor energético que entrou na mira do mercado na medida em que as metas de redução de emissões de gases do efeito estufa se tornaram mais desafiadoras e seu custo vem se tornando competitivo devido ao impacto das energias renováveis.

A AES Brasil conta com a experiência e a expertise global da AES Corp para construir e financiar obras desta magnitude, bem como tradição em projetos realizados em parceria. E destaca que possui um portfólio com 100% de energia renovável, como hidrelétricas e parques eólicos e solares, e que incrementado pela expertise da AES Corp em baterias, com a Fluence, atesta a vocação para produzir hidrogênio totalmente verde

A companhia informou que no estudo de viabilidade no Ceará, será verificado a melhor configuração para o projeto. Inicialmente, é possível acreditar que a produção será de ao menos 1 GW de energia renovável e até 500 mil toneladas de amônia verde por ano e que no momento, ainda é cedo para definir o investimento total do projeto, mas é possível que esse valor alcance US$2 bilhões, no período de cinco anos.