Energia desacelera e IPCA-15 fica em 0,58% em janeiro

IBGE verificou impactos tarifários desde 1,60% negativos em Goiânia a até 2,14% em Porto Alegre

A prévia da inflação desacelerou para 0,58% em janeiro, após alta de 0,78% no mês anterior, que também representa a mesma taxa verificada em janeiro de 2021, informa o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nos últimos 12 meses, a variação foi de 10,20%, abaixo dos 10,42% observados nos 12 meses imediatamente anteriores.

No grupo de habitação o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) ficou em 0,62%, com o item energia elétrica, de maior peso dentro do grupo, desacelerando 0,03% em janeiro frente a dezembro, quando computou 0,96%.

Os resultados das áreas foram desde -1,60% em Goiânia, até 2,14% em Porto Alegre, onde houve reajuste de 14,70% nas tarifas de uma das concessionárias, a partir de 22 de novembro. Outros reajustes foram na contribuição para iluminação pública em São Paulo (0,11%), Brasília (0,98%) e Curitiba (-0,65%), todos a partir de 1º de janeiro.