Estragos na rede mantém 80 mil consumidores sem energia no RS

Equipes da CEEE Equatorial e RGE têm tido dificuldades para reorganizar o sistema elétrico após sucessivos temporais

Cerca de 80 mil pontos seguem sem energia elétrica em razão dos temporais registrados no último domingo, 6, e na segunda-feira, 7, no Rio Grande do Sul. No twitter moradores das cidades atingidas reclamam da falta de previsão para o retorno e não atendimento nos canais de comunicação da CEEE Equatorial, que informou na manhã desta quarta-feira, 9 de março, ter ainda 65 mil clientes com o serviço interrompido.

Em nota a companhia disse que está trabalhando com todo seu efetivo e que os estragos causados pela chuva e vento exigem maior tempo de reparo para o restabelecimento. Também respondeu a algumas críticas, indicando que as condições da rede elétrica encontradas pelo grupo após a privatização da distribuidora gaúcha só permitem que os resultados dos investimentos realizados sejam sentidos pela população em um prazo mais longo.

Por sua vez a última atualização da RGE nesta manhã aponta para cerca de 15 mil consumidores ainda afetados na sua área de concessão, sobretudo na Região Metropolitana de Porto Alegre. A capital também foi palco de alguns protestos na tarde de ontem. Além da falta de luz, muitas famílias estão sem água, já que a queda de energia provocou o desligamento total de uma importante estação de tratamento de água na cidade.

Instabilidade – E as dificuldades para os trabalhos de recomposição da rede podem aumentar. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) a quarta-feira será de instabilidade no estado, com risco de temporais e rajadas de vento de até 100km/h, além de queda de granizo em algumas regiões.