Carga sobe e previsão de aumento para abril fica em 2,5%

Reservatórios do SE/CO deve fechar mês com volume de 68,3%

Dados do Programa Mensal de Operação sinalizam que a carga no Sistema Interligado Nacional deve ter um aumento de 2,5% em abril na comparação com o mesmo mês do ano passado. A última previsão indicava que a carga subiria 2,3% no mês. O subsistema Sudeste/ Centro-Oeste deve experimentar um crescimento na carga de 5,6%, sendo seguido pelo nordeste, onde a carga deve aumentar em 1,3%. Para as regiões Sul e Norte, são previstos recuos de 3,5% e 3,1%, respectivamente.

Os reservatórios continuam com a tendência de alta. No Sudeste/ Centro-Oeste, o volume esperado para o fim do mês é de 68,3%. No Sul, a expectativa fica é que os níveis atinjam 55,8% da capacidade. Na região Nordeste, o volume armazenado deverá ficar em 97,4%, enquanto o armazenamento no Norte deve ficar com o maior dos níveis, de 99,7%.

A Energia Natural Afluente para o Sudeste/ Centro-Oeste prevista para o mês é de 42.100 MW med, que equivale a 77% da média de longo termo. No Sul, a expetativa é de ENA de 8.781 MW med, o mesmo que 135¨da MLT. No Nordeste, os 7.141 MW med esperados correspondem a 62% da MLT. O Norte deve ter um ENA de 28.893 MW med, equivalente a 107% da MLT.

A previsão da média semanal do Custo Marginal da Operação é de R$ 26,83/ MWh para os subsistemas Sudeste/ Centro-Oeste e Sul. Já para os subsistemas Norte e Nordeste, o CO deverá ficar zerado.