MME diz estar otimista com análise do TCU em 18 de maio

Avaliação foi adiada por pedido de vistas de 20 dias, governo crê em capitalização da Eletrobras em julho

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, comentou que a expectativa do governo federal é positiva para a próxima reunião do Tribunal de Contas da União em 18 de maio. Nessa data está agendada a segunda avaliação do processo de capitalização da Eletrobras pelo tribunal e será uma das últimas etapas para que a elétrica possa passar ao controle privado.

“Nossa expectativa positiva para o dia 18 de maio”, disse resumidamente o chefe da pasta em sua passagem por São Paulo para o Seminário Internacional “O futuro do consumidor de energia elétrica”, promovido pela Agência Nacional de Energia Elétrica nesta quinta-feira, 05 de maio.

Em meados de abril o TCU adiou a segunda etapa de análise da privatização. Essa etapa avalia a modelagem de capitalização e os estudos para avaliação econômico-financeira. O processo foi suspenso por 20 dias para vista coletiva dos ministros por decisão da presidente Ana Arraes, que considerou o pedido de vistas de 60 dias apresentado por Vital do Rego e a proposta de suspensão por apenas sete dias do ministro Jorge Oliveira. Recentemente, Vital do Rego pediu novas informações para Eletrobras, segundo revelou o jornal Valor Econômico, o que gerou temor de novo adiamento.

O assunto foi reagendado para ser analisado em plenário em 18 de maio e a previsão do governo é de que a operação de venda de ações da elétrica ocorra até o mês de julho, considerando os resultados da empresa do primeiro trimestre que devem ser divulgados na próxima semana.