Copel e parceiros desenvolvem projeto de microrrede no Parque Barigui

Foram dois anos de pesquisa até a implantação do piloto, que quer validar na prática a metodologia desenvolvida em laboratório

A Copel, em parceria com a Universidade Federal do Paraná e a prefeitura de Curitiba, realizou um projeto piloto implantado no Parque Barigui que vai testar o funcionamento de pequenas gerações próprias de energia elétrica como solução para a gestão eficiente da energia e o abastecimento em momentos de indisponibilidade da rede de distribuição de energia. O sistema de microrrede foi inaugurado na última sexta-feira, 06 de maio.

De acordo com a Copel, foram dois anos de pesquisa até a implantação do piloto, que quer validar na prática a metodologia desenvolvida em laboratório, e também disseminar conhecimentos sobre energia e sustentabilidade. O trabalho vem sendo coordenado pelo professor da UFPR Alexandre Rasi Aoki, com a participação de outros docentes, de estudantes, consultorias e uma empresa parceira. Através da constituição da microrrede e do seu gerenciamento, espera-se reduzir a demanda de pico no circuito alimentador e as perdas no sistema elétrico, além de aumentar a eficiência energética de todo o sistema.

Ao fim das pesquisas, a Copel espera tornar-se detentora de uma metodologia capaz de simular cenários futuros do sistema de distribuição, antecipando os impactos positivos e negativos na rede. O projeto beneficia a sociedade como um todo, considerada a qualificação dos profissionais envolvidos e a construção de novos conhecimentos sobre energias renováveis, redes elétricas inteligentes e microrredes.