Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A Copel concluiu na última quinta-feira, 21 de setembro, a segunda edição do Copel Volt, o programa de inovação aberta da companhia. Esta edição, que abordou propostas de soluções voltadas ao futuro do setor elétrico, englobando temas promissores como eletromobilidade e produção de hidrogênio verde, chegou ao fim com a realização do Demoday, momento em que as finalistas fizeram uma apresentação do que foi colocado em prática na prova de conceito e dos resultados obtidos.

Além do Copel Volt, a companhia lançou, recentemente um fundo de investimentos CVC (Corporate Venture Capital), para fomentar projetos e soluções voltadas às necessidades da Copel e ao mercado de energia como um todo. Segundo a companhia, a expectativa é que ao menos um aporte seja realizado ainda em 2023.

A companhia destacou que nesta edição do Copel Volt, as cinco finalistas apresentaram projetos relacionados aos seguintes temas: digitalização e melhorias em gestão e processos, gestão de ativos e instalações, relacionamento com clientes e soluções em serviços, eletromobilidade e redes inteligentes, e hidrogênio verde, armazenamento de energia e demais energias limpas.

As startups selecionadas destacaram-se entre 284 empresas que se inscreveram para o projeto. O programa recebeu inscrições de startups de 52 países de quatro continentes: América, Europa, Ásia e África. O Brasil foi o país com o maior número de inscrições, 103 no total. No entanto, a maior parte dos inscritos (181 no total) veio de outros países, como Estados Unidos, Alemanha, Índia, Espanha, Canadá, Itália, Reino Unido, Portugal e Israel, dentre outros.