Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

Governos do mundo todo estão contando com a energia eólica offshore para ajudá-los a atender suas necessidades futuras de energia e ambições estratégicas do setor. O extenso litoral brasileiro, com águas profundas e ventos fortes, espelha esse potencial. Atualmente, 78 licenças de investigação ambiental foram submetidas ao Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis ​​(IBAMA). Esses potenciais projetos totalizam impressionantes 189 GW de energia eólica offshore.

Desde o primeiro envolvimento da Fugro, há mais de 26 anos, o setor passou por mudanças significativas. Isso se deve a uma combinação de fatores, incluindo mudanças climáticas, transição energética, diversificação e segurança energética. Dado o crescimento significativo dos parques eólicos, tamanho da turbina e capacidade de produção, o papel desempenhado pelo Geo-data em acelerar e reduzir o risco de projetos eólicos offshore mais complexos tornou-se cada vez mais importante.

Quais são os desafios enfrentados pelos desenvolvedores de dados?

Os desenvolvedores eólicos offshore trabalham com prazos muito apertados e com projetos muito complexos. À medida que o número e o tamanho dos parques eólicos offshore crescem, aumentam também a sua distância da costa e os desafios associados à conexão dos parques eólicos à rede e à necessidade de mais dados. Sua necessidade de acesso rápido a dados geográficos de alta qualidade significa que os provedores estão sob pressão para acelerar a aquisição, análise e entrega de grandes conjuntos de dados.

No final da década de 1990, normalmente teríamos lançado uma única embarcação de pesquisa por apenas alguns dias para adquirir os dados geográficos necessários. Hoje, devido aos prazos mais apertados e um maior desenvolvimento, é comum utilizar cinco embarcações que conduzem a investigação do local simultaneamente por meses.

Quanto maior o volume e maiores conjuntos de dados houver para acompanhar, mais difícil se torna a tarefa de gerenciamento e compartilhamento de dados, especialmente quando você leva em consideração problemas de conectividade offshore. Para que o setor alcance suas ambições de baixa emissão de carbono isso precisa se tornar mais eficiente.

Não há uma única solução disponível. Se você é um desenvolvedor que trabalha com margens mínimas e prazos mais apertados, considere a melhor forma de obter as seguintes vantagens:

Acesso mais rápido a dados e análises

Por que processar e analisar os dados adquiridos na embarcação de pesquisa e, em seguida, retornar ao porto para enviar um disco rígido ao desenvolvedor se uma equipe especializada onshore pode acessar seus conjuntos de dados digitais da nuvem e concluir a tarefa com muito mais rapidez?

Essa é a abordagem que está aumentando a eficiência das nossas equipes. Graças às melhorias na conectividade via satélite, podemos transferir rapidamente grandes volumes de dados para a nossa rede global dos centros de operações remotas (ROCs) para processamento e análise das equipes de especialistas em terra. Estamos posicionados de forma única para fornecer pessoal qualificado, várias embarcações e uma variedade de equipamentos para ajudar nossos clientes a entregar seus projetos eólicos offshore dentro de um prazo acelerado, reduzindo assim a emissão de carbono.

Operações seguras, sustentáveis ​​e eficientes

Não faz sentido confiar apenas em grandes embarcações de pesquisa convencionais e cheias de combustível, juntamente com uma tripulação extensa, quando você também pode aproveitar as vantagens de embarcações de superfície não tripuladas (USVs), que são menores, mais leves e controladas remotamente por um operador em terra.

Um ativo-chave da nossa frota USV, o Blue Essence de 12 m, tem muitas vantagens com relação aos nossos navios de pesquisa regulares. Eles são muito mais seguros, mais eficientes em termos de combustível e produzem 95% menos emissões de carbono do que nossas embarcações regulares. Nossa frota híbrida nos ajudará a atingir nossas ambições de emissão zero até 2035, cobrindo todas as emissões de carbono de nossas operações.

Uma abordagem de parceria com um fornecedor voltado para o futuro

Hoje em dia é difícil encontrar técnicos e engenheiros qualificados que estejam dispostos a trabalhar no mar cerca de 180 dias por ano. O ritmo de crescimento da indústria eólica offshore, somado à dificuldade de encontrar pessoal qualificado, nos levou a desenvolver nossos ROCs.

Para garantir a sustentabilidade de longo prazo de nossos negócios, o processamento e a análise de dados são cada vez mais realizados por nossa rede global de ROCs onshore, que fornece insights de dados geográficos aos clientes por meio de nossa plataforma de entrega e engajamento de dados, VirGeo®. Essa abordagem nos permitiu mover, funcionários de cargos offshore para onshore, o que melhorou o equilíbrio entre vida pessoal e profissional e nos permitiu ajudar a atrair e reter uma força de trabalho talentosa e mais diversificada, com vários conjuntos de habilidades e conhecimentos.

Informações iniciais

Os processos digitalizados rastreiam e gerenciam o progresso dos dados por meio do fluxo de trabalho de coleta de dados. Isso está revolucionando o gerenciamento e a entrega de dados no setor eólico offshore. Por exemplo, a automação permite que os dados adquiridos sejam processados ​​e analisados ​​mais rapidamente. Sabemos que os insights de dados geográficos que fornecemos geralmente estão no caminho crítico para os projetos de nossos clientes, portanto, a entrega antecipada de insights de alta qualidade é uma necessidade.

Dados ao seu alcance

Todos os nossos fluxos de trabalho digitais alimentam o VirGeo®. Os clientes podem acessar seus dados e informações quase que em tempo real e a qualquer momento a partir de qualquer dispositivo. O VirGeo também permite que os clientes visualizem e interpretem seus dados geográficos e compartilhem facilmente internamente ou com seus clientes. Estamos desenvolvendo funcionalidades adicionais com ferramentas fáceis de usar que permitirão aos clientes manipular os dados e realizar avaliações de engenharia na própria plataforma.

Conclusão

Muitas empresas de pesquisa simplesmente não têm conectividade ou recursos para fornecer grandes volumes de dados com rapidez suficiente para desenvolvedores de energia eólica offshore. Entretanto, existem muitas soluções disponíveis para ajudar a atender às suas necessidades de dados, como o uso de tecnologias remotas e autônomas mais eficientes e sustentáveis ​​e a digitalização de fluxos de trabalho de gerenciamento e coleta de dados. Combinados eles podem fornecer informações iniciais e resultados em tempo real para os desenvolvedores, para que eles possam atingir os marcos do projeto no prazo desejado.

(Nota da Redação: Conteúdo patrocinado produzido pela empresa)