A Enel, distribuidora que atua em São Paulo, no Ceará e no Rio de Janeiro, vai enviar profissionais especializados em redes subterrâneas para auxiliar no diagnóstico e na correção de defeitos em equipamentos afetados pelas enchentes no Rio Grande do Sul. O objetivo é apoiar a CEEE Equatorial, distribuidora que atua na região da capital gaúcha. A Enel também colocou à disposição da distribuidora local uma subestação móvel, que poderá ser deslocada para o Rio Grande do Sul em caso de necessidade. Em Caxias do Sul, onde a Enel X atua na operação de iluminação pública, a companhia está doando também kits de higiene para apoio aos desabrigados.

Inicialmente, cinco engenheiros e uma técnica de segurança da Enel, que atuam em São Paulo e no Rio de Janeiro, serão enviados para trabalhar em conjunto com a distribuidora local. Uma van equipada para testar o funcionamento de cabos subterrâneos também já foi enviada para Porto Alegre, assim como um veículo de uma empresa parceira da Enel equipado com um gerador de energia e uma picape com equipamentos diversos utilizados na rede de distribuição subterrânea.

A Enel destacou que tem mantido contato com representantes da CEEE desde o início da tragédia e as duas empresas acompanham de perto a situação para definir o melhor momento para o envio do apoio, uma vez que o nível das águas do Guaíba precisa recuar para permitir a atuação dos técnicos. Antes de iniciarem a missão, os profissionais estão passando por um reforço de treinamento em segurança específico para atuação em redes subterrâneas. A logística para o deslocamento da equipe e dos equipamentos envolve um voo da FAB até Florianópolis e o transporte terrestre de lá até Porto Alegre. A data do embarque ainda será confirmada, mas a expectativa é que o apoio chegue no decorrer desta semana.