MME enquadra CGH do Mato Grosso no Reidi

Projeto de reforços na subestação Xingu também foi enquadrado no Reidi

O Ministério de Minas e Energia aprovou o enquadramento ao Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura da CGH Glicério Rocha, localizada no município de Nova Brasilândia, no Estado do Mato Grosso. As obras serão executadas no período de 9 de maio de 2016 até 1º de agosto de 2017, e será investido, sem a incidência de impostos, um total de R$ 11,3 milhões.

Outro projeto enquadrado no Reidi pelo MME foi o da UFV FCR III Itapuranga, localizada no município de Itapuranga, no Estado de Goiás. O período de execução das obras será de 29 de novembro de 2016 até 1º de outubro de 2017, e será gasto, sem a incidência de impostos, um valor total de R$ 60,8 milhões.

O MME também aprovou o enquadramento no Reidi do projeto de reforços na subestação Xingu, localizada no município de Anapu, no Estado do Pará. As obras serão executadas durante o período de 19 de julho de 2016 até 19 de julho de 2017, e será gasto, sem a incidência de impostos, um total de R$ 69 milhões.