Grupo Energisa tem receita líquida de R$ 1,6 bilhão no 1º bimestre

Crescimento de 4,5% foi alcançado mesmo com redução de 3,2% na energia vendida para o mercado cativo

Embora a energia vendida para os consumidores cativos tenha reduzido em 3,2%, o Grupo Energia registrou receita líquida de R$ 1,6 bilhão no primeiro bimestre do ano, crescimento de 4,5% (ou R$ 70,4 milhões) em relação a igual período em 2015, informou a companhia em boletim divulgado nesta sexta-feira, 1º de abril.
 
O consumo de energia na área de concessão da companhia – são 13 distribuidoras em nove estados – aumentou 19,8%, alcançando 32.656,1 GWh de energia elétrica total comercializada. Esse resultado, explicou a distribuidora, é fruto da aquisição, em 2014, das empresas que pertenciam ao Grupo Rede.
 
Em uma comparação proforma em que são considerados 12 meses do ano de 2014, o crescimento das vendas do mercado cativo foi de 1,1% em 2015. Este resultado foi conquistado em um momento em que o consumo nacional de energia no país caiu 2,1% no ano. Por sua vez, o segmento residencial cresceu 3,5% no exercício contra uma redução no mercado nacional de 0,7% nesta mesma classe.
 
Entre janeiro e fevereiro, a energia total comercializada pelo grupo somou 5.413,8 GWh, avanço de 0,1% em relação ao ano anterior. Segundo a empresa, esse desempenho decorre fundamentalmente das vendas de energia no mercado livre e de suprimento a outras concessionárias. "A Energisa encerrou o ano de 2015 com desempenho financeiro positivo, mesmo em meio a um cenário de retração da economia brasileira e do consumo de energia elétrica", destacou a companhia.