Orçamento provisório do ONS para 2016 será de R$ 598,3 milhões

Itens operacionais vão demandar a maior parcela do orçamento, com R$ 568,1 milhões

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou, na última terça-feira, 15 de dezembro, provisoriamente orçamento de R$ 598,3 milhões para o Operador Nacional do Sistema Elétrico para o exercício de 2016. Desse valor, R$ 568,1 milhões são referentes a itens operacionais, R$ 21,8 milhões vão para o Plano de Ação e R$ 8,4 milhões são relativos a parte de aquisições e benfeitorias.

A agência também aprovou o índice de reajuste de 7% a título de correção salarial no dia 1º de setembro, sendo que a sua aplicação estará condicionada à prévia manifestação da Aneel sobre ao acordo coletivo que deverá ser firmado no ano que vem. Outro tema que a Aneel aprovou foi o aumento no número de empregados para 795, mediante a contratação de seis novos operadores de sistemas e de sete analistas de Tecnologia da Informação, até o início de fevereiro de 2016.

A partir de agora, o ONS terá como data limite o dia 30 de setembro de cada ano para a apresentação das propostas orçamentárias à Aneel. Ele deverá disponibilizar aos associados a minuta de proposta orçamentária a ser submetida para a deliberação associativa.