Eletrobras troca de sede em setembro

Estatal vai ocupar antiga sede do ONS, no centro da capital do Rio de Janeiro

A Eletrobras começa a mudar de sede a partir do dia 7 de setembro. A estatal, que estava há mais de duas décadas no edifício Herm Stolz, no centro do Rio de Janeiro, vai para a antiga sede do Operador Nacional do Sistema Elétrico, na rua da Quitanda, também no centro carioca. A nova sede pertence a Fundação Eletros e será alugada por um custo de R$ 1 milhão por mês.

De acordo com o presidente da empresa, Wilson Ferreira Junior, o custo anterior de aluguel era de R$ 3 milhões por mês. A mudança deverá ser concluída até o fim de outubro. Apêndices da Eletrobras como Eletropar, Procel, Luz para Todos e a contingência de tecnologia de informação ficarão na antiga sede. Há dois anos, ela estava dividida em seis sedes.

Ainda segundo Ferreira Junior, a empresa vai ocupar todos os andares da nova sede. O prédio vinha passando por reformas e já receberá a Eletrobras como um prédio inteligente, com eficiência energética, economia de água e iluminação de LED. A mudança de sede era um assunto sempre levantando, mas que só agora se concretizou. Antes havia um plano para que a empresa se mudasse para a sede de Furnas.