Leilão de venda da Amazonas é marcado para 25 de outubro

Governo conta com aprovação pelo Senado do projeto de lei que facilita a privatização da distribuidora

O leilão de privatização da Amazonas Energia foi remarcado para o dia 25 de outubro na bolsa B3, em São Paulo. A data do leilão foi discutida na tarde desta quarta-feira, 19 de setembro, em reunião no Ministério de Minas e Energia, e a expectativa é de que o BNDES divulgue um comunicado ao mercado na quinta-feira, 20, com o novo cronograma da licitação.

O leilão vai acontecer após a votação no Senado do Projeto de Lei da Câmara 77, que estabelece medidas para facilitar a venda da distribuidora. A aprovação do projeto foi adiada pelos senadores para depois do primeiro turno das eleições.

No inicio da tarde de hoje, o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior, disse que o ideal é que o leilão aconteça com pelo menos 70 dias de antecedência do fim do período de operação temporária da empresa pela Eletrobras, que vai terminar em 31 de dezembro. Esse seria o tempo necessário para que a transferência de controle da empresa seja concluída.