Eletrobras distribuirá R$ 1,25 bilhão em dividendos

Em 2018, a companhia terminou com um lucro recorde de R$ 13,3 bilhões, embora boa tarde desse resultado seja contábil

A Eletrobras anunciou que vai distribuir R$ 1,25 bilhão em dividendos aos seus acionistas, segundo comunicado arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na última segunda-feira, 29 de abril. Em 2018, a companhia terminou com um lucro recorde de R$ 13,3 bilhões, embora boa parte desse resultado tenha sido contábil.

A Eletrobras pagará aproximadamente R$ 368,8 milhões aos seus acionistas preferenciais, equivalente a R$ 1,851580 por ação preferencial de classe “A” e R$ 1,388638 por ação preferencial de classe “B”. O valor total dos dividendos a serem pagos aos acionistas titulares de ações ordinárias é de aproximadamente R$ R$ 881,1 milhões, equivalentes a R$ 0,810571 por ação, na data base de 31 de dezembro de 2018.

“Tais valores serão atualizados com base na variação positiva da taxa Selic (taxa básica de juros), pro rata temporis, desde 01 de janeiro de 2019 até a data do efetivo pagamento, que ocorrerá oportunamente até 31 de dezembro de 2019 […]”, diz o comunicado.

A Eletrobras trabalha na sua segunda emissão de debêntures simples e envolve a captação de até R$ 5 bilhões. A estatal recebeu da agência de classificação de risco Standard & Poor’s o rating “brAAA” na escala nacional Brasil, com perspectiva estável.