Comercializadora é autorizada a importar energia da Argentina e do Uruguai

Destino de possível negociação é o Mercado de Curto Prazo brasileiro, segundo portaria do MME publicada no Diário Oficial

A comercializadora Pacto Energia recebeu autorização do Ministério de Minas e Energia para importar energia elétrica da Argentina e Uruguai, de acordo com a Portaria Nº 419/2019 publicada nesta quinta-feira, 21 de novembro, no Diário Oficial da União. A operação não afetará a segurança do Sistema Interligado Nacional e a energia será destinada ao Mercado de Curto Prazo brasileiro, sempre precedida de autorização ou contrato para utilizar as respectivas instalações de transmissão.

A importação da Argentina deverá ocorrer por meio das Estações Conversoras de Frequência de Garabi I e II, até 2.200 MW de potência e respectiva energia elétrica associada, localizadas no município de Garruchos, e da Conversora de Frequência de Uruguaiana, até 50 MW de potência e respectiva energia elétrica associada, localizada no município de Uruguaiana, no estado do Rio Grande do Sul, fronteira com a Argentina.

Já a importação do Uruguai tem de ocorrer por meio da Estação Conversora de Frequência de Rivera, até 70 MW de potência e respectiva energia elétrica associada, localizada na fronteira dos municípios de Rivera, no Uruguai, e de Santana do Livramento, no Brasil, e da Estação Conversora de Frequência de Melo, até 500 MW de potência e respectiva energia elétrica associada, localizada no município uruguaio de Melo, próximo da fronteira com o município de Jaguarão, no Rio Grande do Sul.