Governo comemora o sucesso do leilão de transmissão

Em seu primeiro ano de mandato, o Bento Albuquerque destaca mais R$ 18 bilhões em novos investimentos no setor elétrico elétrico e mais R$ 88 bilhões nos segmentos de óleo e gás

O ministro de Minas e Energia (MME), Bento Albuquerque, comemorou o resultado do leilão de transmissão realizado nessa quinta-feira, 19 de dezembro, em São Paulo. O certame teve grande competição e terminou com todos os lotes arrematados. O ministro destacou que, em seu primeiro ano de mandato, foram viabilizados mais R$ 18 bilhões em novos investimentos no setor elétrico e mais R$ 88 bilhões nos segmentos de óleo e gás.

“Brasil está terminando o ano com chave de ouro e o resultado desse leilão demonstra isso”, afirmou o representante do governo federal durante a coletiva de imprensa.

O leilão de transmissão licitou 12 lotes, com investimentos estimados em R$ 4,2 bilhões e estimativa de criar 8.782 empregos diretos. Os empreendimentos estão localizados no Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

No total, são 2.470 km de linhas de transmissão e subestações que acrescentam 7.800 MVA em capacidade de transformação ao sistema.

Deságio recorde

A disputa de hoje terminou com deságio médio recorde de 60,30%, o maior da história dos leilões promovidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O deságio representa uma economia anual de R$ 430 milhões para os consumidores de energia, que pagarão menos pelas novas instalações de transmissão.

“O resultado do leilão foi extremamente exitoso, com deságio recorde e ampla concorrência, o que proporcionará modicidade tarifária, redução nas despesas do encargo CCC (Conta de Consumo de Combustíveis), aumentará a confiabilidade do setor e contribuirá para maior qualidade do serviço de transmissão”, afirmou o diretor-geral Aneel, André Pepitone.

A grande vencedora do leilão foi a Cteep, que arrematou três lotes. “Estamos muito felizes com a possibilidade de participar desse certame, que é consequência de um trabalho muito sério que vem sendo feito por todas as instituições que estão envolvidas no setor elétrico”, disse Carlos Ribeiro, diretor Técnico e de Relações Institucionais da Cteep.

O executivo destacou a confiança do grupo no país, que oferece aos investidores estabilidade regulatória e segurança jurídica. “Importante dizer que o Grupo Isa confia muito no Brasil”, afirmou Ribeiro, se referindo ao grupo colombiano controlador da Cteep no Brasil.

O certame contou com uma média de aproximadamente 10 proponentes por lote e quatro empreendimentos foram para a disputa a viva voz. “O resultado do leilão realizado em São Paulo ratifica o grande interesse da iniciativa privada de investir no setor elétrico e revela o apetite e confiança do investidor estrangeiro no Brasil”, reforçou Pepitone.

Bento destacou também o trabalho feito por todas as instituições do setor elétrico e creditou o sucesso do leilão a esse alinhamento entre as instituições e a fé dos investidores nacionais e estrangeiros no país.

Cteep é a grande vencedora do leilão de transmissão