PLD sobe para R$ 223,29 em todos os submercados

Afluências pessimistas e reservatórios baixos influenciaram no resultado. A partir do dia 31 a divulgação do PLD passa a ser diária

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica informa que, para o período do dia 26 a 31 de dezembro de 2020, o preço médio do preço de liquidação das diferenças em todos os submercados aumentou em 13%. Para os submercados Sudeste/Centro-Oeste, Sul e Norte, o preço passou de R$ 198,36/MWh para R$ 223,29/MWh. No Nordeste o preço médio saiu de R$ 197,79/MWh e foi fixado também em R$ 223,29/MWh. O principal fator responsável pelo aumento do PLD foi a continuação de realizações pessimistas de afluências no mês de dezembro para o Sistema Interligado Nacional, associado aos baixos níveis de armazenamento observado.

Para a próxima semana, houve elevação da previsão da carga do SIN em torno de 1.163 MW med em relação à estimativa anterior, sendo esta alteração principalmente no submercado Sudeste/Centro Oeste. Já para o horizonte de médio prazo, em função das novas premissas do planejamento anual da operação energética ciclo 2021-2025, a carga prevista teve elevação média de aproximadamente 280 MW med.

Os reservatórios do SIN ficaram cerca de 104 MW med acima do esperado. Os níveis estão mais elevados para os submercados Sul e Norte. A variação em relação à expectativa anterior para todos submercados são as seguintes: Sudeste, com recuo de 204 MW med, Sul, com aumento de 418 MW med, Nordeste, com queda de 258 MW med e Norte, com alta de 148 MW med.

O fator de ajuste do MRE estimado para o mês de dezembro de 2020 passou de 85,3% para 84,3%. Para janeiro de 2021, o fator de ajuste é esperado em 91,4%. A previsão para janeiro considera apenas a sazonalização flat da garantia física, uma vez que esta ação realizada pelos agentes ainda não foi divulgada.

O Encargo de Serviços do Sistema previsto para dezembro está em R$ 1,46 bilhão, sendo R$ 17,2 milhões devidos a restrições operativas, R$ 539,28 milhões devido ao despacho térmico por segurança energética, R$ 16,95 milhões por unit commitment e R$ 891,52 milhões devido à importação por segurança energética. Para janeiro a expectativa de ESS está em R$ 13,4 milhões devido a restrições operativas.

Vale frisar que, devido à entrada oficial do preço horário com adoção do modelo DESSEM, a CCEE passará a divulgar diariamente o PLD com vigência para todas as horas do dia seguinte. A primeira divulgação ocorrerá no dia 31 de dezembro de 2020 considerando os valores do PLD horário vigente para o dia 1º de janeiro de 2021.