MME aprova obras da EDP como projeto prioritário em SP

Orçamento de R$ 331,7 milhões para o ano que vem envolve expansão e melhorias nas redes de distribuição da concessionária no estado paulista

O Ministério de Minas e Energia enquadrou o projeto de expansão, renovação ou melhoria da infraestrutura de distribuição de energia elétrica da concessão paulista da EDP como prioritário, com as obras para 2021 orçadas em aproximadamente R$ 331,7 milhões, volume inferior aos R$ 334,9 milhões empregados no segmento nesse ano. Com a medida, os projetos poderão emitir debêntures de infraestrutura, com incentivos aos investidores.

A decisão foi publicada no Diário Oficial da União da última terça-feira, 29 de dezembro, por meio da Portaria nº 471, com o orçamento planejado não incluindo os investimentos do Programa “Luz Para Todos” ou com participação financeira de terceiros, constantes do Plano de Desenvolvimento da Distribuição – PDD de referência apresentado à Aneel.