Propostas de revisão da Energisa em MG e RJ entram em consulta

Índices sugerem aumentos médios de 5,86% e de 5,02%, respectivamente, para consumidores mineiros e fluminenses

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou a abertura de consultas públicas com as propostas de revisão tarifária da Energisa Minas Gerais (MG) e da Energisa Nova Friburgo (RJ). A proposta preliminar prevê aumento médio de 5,86% para a distribuidora do interior de Minas e de 5,02% para a concessionária localizada na região serrana do Rio de Janeiro.

Os efeito médio a ser percebido pelos consumidores da Energisa MG é 10,41% na alta tensão e de 4,72% na baixa tensão. Para Nova Friburgo, o impacto médio é de 9,35% para os clientes em alta tensão e de 4% para os conectados em baixa tensão.

As contribuições em ambos os processos serão recebidas pela Aneel entre 24 de março e 7 de maio. Os índices finais resultantes aprovados após as consultas vão vigorar a partir de 22 de junho.