Juiz homologa venda de Enerbrás da Renova para Vinci

Negócio foi fechado por R$ 265,8 milhões sujeito a ajustes por cumprimento de condições precedentes

O Juiz da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais do Fórum Central da Comarca de São Paulo, onde tramita o Processo de Recuperação Judicial do Grupo Renova, homologou o processo competitivo da UPI Enerbrás, declarando como vencedora a Vinci Energia por meio de sua controlada da V2i Energia.

O valor do negócio é de R$ 265,8 milhões e está sujeito ao cumprimento de condições precedentes usuais de mercado para a sua conclusão. A Renova ressaltou em fato relevante que “a transação está inserida na estratégia de soerguimento da Companhia e diminuição de seus passivos, com recursos destinados ao pagamento de determinados credores extraconcursais, ao cumprimento das suas obrigações no Plano de Recuperação Judicial e à conclusão do Complexo Eólico Alto Sertão III Fase A”.