Aneel desabilita seis UTEs vencedoras no leilão de capacidade

Projetos Global, Potiguar e Geramar somam 644 MW de potência instalada

O presidente da comissão especial de licitação da Aneel, André Pratus Ayres, publicou no Diário Oficial da União dessa segunda-feira, 4 de abril, o despacho nº 908 que invalida a habilitação de seis proponentes vendedores no Leilão de Reserva de Capacidade, realizado no dia 21 de dezembro de 2021.

Todos os projetos excluídos foram térmicos a óleo: Global I e II, somando 252,8 MW a um preço de R$ 879.227,22 MW/ano e de posse da Companhia Energética Candeias; Potiguar I e III, com 94 MW a R$ 873.761,39 MW/ano cada da Companhia Energética Potiguar, além de Geramar I e II, totalizando 291 MW a R$ 872.388,41 MW/ano em titularidade da Gera Maranhão.

A decisão da Aneel veio após o Superior Tribunal de Justiça cassar as liminares que permitiram a participação desses projetos no certame.