Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A Empresa de Pesquisa Energética apresentou os cálculos e as premissas que embasaram as projeções dos preços dos combustíveis líquidos utilizados na geração de energia elétrica em 212 Sistemas Isolados e usinas da região Sul a carvão mineral, incluindo o valor do combustível secundário necessário para assegurar a operação desses ativos.

O maior preço para óleo diesel no começo do ano que vem é de R$ 5,33 o litro no Acre, seguido por Rondônia, Rio Grande do Sul, Amazonas, Roraima, Mato Grosso, Pará, Santa Catarina e Pernambuco, este com projeção de R$ 4,74/l. No fim do ano o Acre segue tendo o preço de distribuição mais caro, subindo para R$ 5,57, enquanto Pernambuco será o único estado do levantamento com valor abaixo de R$ 5/l. Veja a tabela completa abaixo.

A Nota Técnica objetiva dar suporte à Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) em sua previsão orçamentária da Conta de Consumo de Combustíveis (CCC). O preço que os geradores dos SIs pagam pelo combustível é composto pelo preço de realização dos produtores ou importadores, tributos federais e estaduais, custo de suprimento à localidade, margem de distribuição e custo da adição obrigatória de biocombustível. No caso o preço do Biodiesel foi projetado em R$ 4,06/l para outubro de 2024.