A Eletrobras vai inaugurar ainda no primeiro semestre desse ano o seu polo Innovation Grid no Rio de Janeiro, no porto Maravalley. A plataforma tem por objetivo conectar com parceiros do ecossistema, para atender necessidades estratégicas, fomentar soluções inovadoras no âmbito da transição energética e criar novos modelos de negócio. De acordo com o vice-presidente de Inovação, P&D, Digital e TI da companhia, Juliano Dantas, no próximo dia 25 será inaugurado em Recife (PE) o polo do Nordeste e no segundo semestre os das regiões Centro-Oeste e Norte.

“Nossa ambição é ajudar o ambiente empresarial brasileiro a ser muito eficiente, criativo e inovador para ajudar a Eletrobras na sua missão de entregar energia e ao mesmo tempo, que eles sejam bem sucedidos e possam crescer nesse processo”, explica Dantas.

Inaugurado no início do mês, o Maravalley é um hub tecnológico localizado na região portuária da cidade que visa atrair empresas da área de tecnologia. Segundo a prefeitura do Rio, a Eletrobras e a Shell serão patrocinadoras do espaço, que já negocia a instalação de cerca de 20 empresas no local, entre grandes companhias e startups.

Dantas, que participou na última quinta-feira, 18 de abril, de painel no Web Summit sobre a inovação no setor frente as mudanças climáticas, lembra que a ex-estatal vem fazendo investimentos em ativos já existentes que com serviços ancilares contribuem para o equilíbrio do sistema. “A tecnologia é muito importante para reduzir o custo dessas implantações, aumentar a segurança e garantir a eficiência desses ativos”, avisa.

Ele vê oportunidades em muitos setores para a eletrificação da economia, com destaque para processos industriais, como fornos e mobilidades terrestre e aérea. O cenário de fontes renováveis abundante auxilia nessa empreitada. “Existe um espaço grande para usar esse potencial e eletrificar o país”, avisa.

O executivo lembrou da relevância da compreensão de como será o clima sob a égide da mudanças climáticas. Ele citou o projeto Atmos, que monitora eventos meteorológicos para previsão e preparação das equipes de operações e manutenção.

A Eletrobras irá neutralizar as emissões de carbono do consumo no Web Summit 2024. A neutralização se refere ao consumo de energia proveniente do grid, por meio de Certificados de Energia Renovável emitidos pela UHE Mascarenhas de Moraes. A companhia também emitiu certificados para os participantes que queriam compensar as emissões do consumo de energia de sua residência pelo ano de 2023.