Base de remuneração líquida da Bragantina para o quarto ciclo será R$ 139,9 milhões

Aneel definiu taxa de depreciação em 3,87%

A Agência Nacional de Energia Elétrica definiu em R$ 139.926.347,21 a base de remuneração líquida da Energisa Bragantina (SP) para o quarto ciclo de revisão tarifária. A base de remuneração bruta ficou em R$ 232.620.736,13. Já a taxa de depreciação média ficou em 3,87% ao ano.