Enel Rio reporta aumento de 63% em lucro líquido

Ganho da concessionária que atua no interior do Rio de Janeiro somou R$ 273 milhões

A Enel Distribuição Rio reportou lucro líquido de R$ 279,3 milhões no ano de 2019, um incremento de 63% na comparação com o ano anterior. O aumento, explicou a companhia, reflete a melhora no resultado operacional e o impacto não recorrente de R$ 103 milhões relacionados a uma decisão legal favorável envolvendo Furnas. Já o resultado ebitda (antes de juros, impostos, depreciação e amortização) apresentou expansão de 13,3%, alcançou pouco mais de R$ 1 bilhão. A receita bruta teve alta de 7,5%, em função do reajuste tarifário aprovado pela Aneel e aplicado a partir de abril.
A venda e transporte de energia (energia distribuída) apresentou alta de 1,3%, somando 11.562 GWh devido ao crescimento de 4,5% no volume de energia distribuída no mercado livre e à maior revenda de energia, que compensaram a queda de 0,3% no volume de energia distribuída no mercado regulado.
Em relação ao índice de qualidade, o DEC melhorou em 6,6%, para 13,17 horas alcançando o melhor indicador da história da empresa, como resultado dos investimentos na modernização da rede elétrica. Por sua vez, o FEC aumentou 2,1%, para 8,3 vezes, como resultado de piores condições climáticas e maior concentração de descargas atmosféricas que afetaram a rede elétrica da companhia, especialmente no primeiro semestre do ano.
Já as perdas de energia alcançaram 22,38%, elevação de 1,31 ponto porcentual, de toda a energia distribuída pela Enel Rio, principalmente, em razão da desaceleração econômica do Estado do Rio de Janeiro e do aumento do furto de energia.
Na linha investimentos houve aumento de 5,8% com a aplicação de R$ 713 milhões, montante destinado, principalmente por conta da conexão de novos clientes e modernização da rede de distribuição, com sistemas de automação de rede. Assim, a empresa encerrou o ano com dívida líquida elevada em 9% devido às novas dívidas contratadas indicadas acima.