Essentia Energia recebe mais incentivos fiscais para eólicas na Bahia

Decisão do MME junto ao Reidi envolve 27 aerogeradores restantes do Complexo Ventos de São Vitor e investimentos de R$ 770,2 milhões

O Ministério de Minas e Energia enquadrou nessa terça-feira, 19 de janeiro, os projetos de implementação das centrais eólicas Ventos de São Vitor 5, 6, 7, 8 e 9 junto ao Regime Especial de Incentivos ao Desenvolvimento da Infraestrutura (Reidi), envolvendo 27 aerogeradores com tecnologia de 6,2 MW de potência e totalizando 167,4 MW de capacidade instalada no município de Xique-Xique (BA).

Com a decisão, a Essentia Energia, empresa de Energias Renováveis do Pátria Investimentos, obtém uma economia de aproximadamente R$ 73,1 milhões com os encargos PIS/PASEP e Confins, ficando o investimento total planificado em R$ 770,2 milhões para as obras que vão de janeiro desse ano até dezembro de 2022. O restante das usinas do complexo recebeu o mesmo enquadramento na semana passada.