Temporal provoca desligamento de cinco unidades geradoras em Itaipu

Por causa da diminuição na geração, o vertedouro ficou aberto para compensar a redução parcial. Situação foi normalizada no mesmo dia

Uma forte tempestade na região Oeste do Paraná no último sábado, 23 de outubro, provocou o desligamento de linhas de transmissão de 750 quilovolts que conectam a usina de Itaipu Binacional ao Sistema Interligado Nacional (SIN), provocando o desligamento temporário para cinco das dez unidades geradoras da usina no setor de 60 hertz – entre as 20 unidades geradoras disponíveis da usina.

De acordo com dados do Informativo Preliminar Diário da Operação (IPDO), às 13h42min ocorreu o desligamento da LT 765 kV. Houve corte de 1.635 MW nas unidades 10, 11 e 17 por atuação do esquema de controle de emergência do tronco de 765 kV. Às 13h59min ocorreu o desligamento automático da LT 525 kV Cascavel Oeste/Foz do Iguaçu 60 Hz, levando ao corte de 1.200 MW das unidades 18 e 18A. Às 14h28min ocorreu o outro desligamento automático da LT 765 kV Foz Iguaçu / Ivaiporã, com corte de 900 MW das unidades geradoras 14 e 15.

Durante o período das ocorrências havia áreas de instabilidade ocasionando rajadas de vento, descargas atmosféricas e chuva moderada a forte no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, no Paraná e no Mato Grosso do Sul.

Em função da diminuição na geração houve também redução da afluência e, também, do nível do Rio Paraná a jusante da usina. Como o Acordo Tripartite – do qual fazem parte o Brasil, Paraguai e Argentina – impõe limites de variação nos níveis do Rio Paraná, foi necessário abrir o vertedouro da usina às 14h30, para compensar a variação de afluência sofrida com o desligamento das cinco unidades geradoras.

O vertedouro ficou aberto para compensar a redução parcial da geração. À medida que a Itaipu foi sendo demandada para o restabelecimento da geração aos valores originais, a vazão vertida foi sendo diminuída até o completo fechamento do vertedouro, às 22h28min de sábado.

Segundo a estatal, a situação foi normalizada no mesmo dia e o temporal não trouxe impacto para as instalações da usina de Itaipu, que segue operando normalmente, com total disponibilidade de potência e energia. O ONS reforçou que não houve corte de carga no SIN devido à ocorrência.

No mesmo dia, o ONS identificou o desligamento de dois circuitos na linha Londrina/Assis, em 230 kV, às 16:39 horas. O circuito 1 não retornou, sendo identificada a queda de três torres do sistema. O circuito dois foi religado às 16:45 horas.