Eólicas na Bahia já podem operar em teste 118,4 MW

Aneel também libera operação em teste de 28 MW no Complexo Assuruá

A Agência Nacional de Energia Elétrica liberou na última sexta-feira, 8 de janeiro, o começo da operação em teste de unidades geradoras de sete parques eólicos. Na EOL Angical, foram contempladas sete unidades que somam 12,95 MW. Na EOL Corrupião, 15 turbinas já podem operar, agregando 27,75 MW. Na EOL Inhambu, o aval foi para 17 unidades que totalizam 31,45 MW. Já na EOL Tamanduá Mirim foram 16 turbinas com potência de 29,6 MW e na EOL Teiu a Aneel autorizou que nove unidades com total de 16,65 MW operem no modo teste.

No complexo Eólico Assuruá, a Aneel autorizou o começo da operação da operação em teste nas unidades UG1 e as UG5 à UG15, de 2 MW cada, da EOL Assuruá II. Na EOL Assuruá VII, as contempladas foram as turbinas UG 6 e UG9, que somam 4 MW.