Chuva melhora condições de atendimento ao SIN em dezembro

Armazenamento pode atingir 33,5% no Sudeste Centro-Oeste e 42,9% no Nordeste no fim do mês

A melhora nas condições de atendimento ao Sistema Interligado com a entrada do período chuvoso vai garantir o acionamento de usinas termelétricas apenas por ordem de mérito de custo. O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico avalia que o risco de qualquer déficit de energia em 2019 é igual a 0,1% para o subsistema Sudeste/Centro-Oeste e 0% para o subsistema Nordeste.

O nível de armazenamento dos reservatórios equivalentes deve atingir no final desse mês 33,5% no Sudeste/Centro-Oeste, 66,6% no Sul, 42,9% no Nordeste e 19,5% no Norte. Em novembro, os valores apurados no fim do mês ficaram em 24,3% (SE/CO), 69,6% (S), 30,0% (NE) e 22,4% (N) dos níveis máximos de energia armazenada.

Nos próximos sete dias são esperadas chuvas acima da média na bacia do rio São Francisco, em Sobradinho, e nas bacias dos rios Tocantins e Xingu; enquanto nas bacias dos rios Grande, Paranaíba e Madeira deve chover entre a média e abaixo da média.

Para o trimestre que vai de dezembro de 2018 a fevereiro de 2019, a expectativa é de que chova na média ou acima da média. A avaliação é do CMSE, que se reuniu nesta quinta-feira, 6 de dezembro.