Engie registra lucro de R$ 2,311 bilhões em 2019

No quarto trimestre, resultado caiu 18,9% para R$ 617,5 milhões

A Engie Brasil Energia registrou lucro líquido de R$ 2,311 bilhões em 2019, praticamente em linha em relação ao ano anterior. No quarto trimestre, houve redução de 18,9% no resultado para R$ 617,5 milhões quando comparação ao mesmo período de 2018.

“Esse resultado, praticamente estável [no ano], se deve majoritariamente ao impacto dos juros e correções monetárias das dívidas assumidas para viabilizar a expansão recente, o que tende a ser suavizado nos próximos exercícios”, comentou o diretor-presidente e de relações com investidores da Companhia, Eduardo Sattamini, em nota à imprensa, referindo-se às compras da TAG e do projeto de transmissão Novo Estado Energia. A dívida líquida da Engie cresceu 48,6%, para R$ 10,191 bilhões, na comparação com o ano anterior.

A receita operacional líquida da companhia cresceu 11,5% no ano para R$ 9,804 bilhões e 21,4% no quarto trimestre para R$ 2,795 bilhões. O ebtida da empresa, por sua vez, avançou 18,2% no ano passado para R$ 5,163 bilhões. No último trimestre de 2019, o ebtida ficou em R$ 1,317 bilhão, 21,6% acima de igual período anterior.

A produção de energia elétrica alcançou 5.030 MW médios no ano, com alta de 12%. No trimestre, contudo, a produção ficou em 5.185 MWmed, 5,3% a menos que em 2018. Já as vendas de energia subiram 4,1% para 4.329 MWmed no ano e 6,6% no trimestre para 4.546 MWmed. O preço líquido médio de venda alcançou R$ 189,45/MWh no ano, com alta de 4,5%, enquanto no quarto trimestre registrou R$ 190,53/MWh, com alta de 2,9%.