Energia volta a subir e IPCA de fevereiro fica em 1,01%

Variação no item ficou em 0,15%. Índice teve maior alta no mês desde 2015

Após a queda de 1,07% registrada em janeiro, o item energia subiu 0,15% em fevereiro. O IPCA de fevereiro ficou em 1,01%, 0,47 ponto percentual acima do registrado em janeiro, de 0,54%. A variação é a maior desde fevereiro de 2015, quando o índice ficou em 1,22%. No ano, o IPCA acumula alta de 1,56% e, nos últimos 12 meses, de 10,54%. Em fevereiro de 2021, a variação havia sido de 0,86%. Desde setembro, permanece em vigor a bandeira Escassez Hídrica, que acrescenta R$ 14,20 na conta de luz a cada 100 kWh consumidos.

No grupo Habitação, onde o item energia está inserido a variação ficou em 0,54% e impacto de 0,09% na composição do índice. As maiores contribuições vieram de aluguel residencial, de 0,98% e condomínio, de 0,83%, com impactos de 0,04 e 0,02 ponto percentual, respectivamente.