Petrobras reajusta preço do gás para distribuidoras

Impacto do reajuste em dólar é de 26% e de 33% em Real

A Petrobras informou nesta quarta-feira, 4 de novembro, que reajustou no último da 1º, os preços de venda de gás natural para as distribuidoras para os contratos iniciados em janeiro de 2020. Os ajustes ocorreram de acordo com parâmetros negociados em fórmulas contratuais, em função das variações ocorridas nas cotações do petróleo Brent e da taxa de câmbio Real/Dólar no último trimestre. O reajuste foi de 26% em US$/MMBtu em relação ao preço do gás de agosto de 2020. Quando medido em R$/m³, o reajuste é de 33%.

Apesar do aumento neste trimestre, os preços acumulam uma redução de 38% em US$/MMBtu e de 13% em R$/m³, desde dezembro de 2019, considerando a taxa de câmbio de 30/10/2020.

A companhia esclarece que o preço final do gás natural ao consumidor não é determinado apenas pelo custo da molécula de gás e do transporte, mas também pelas margens das distribuidoras e pelos tributos federais e estaduais. Ainda de acordo com a Petrobras, o processo de aprovação das tarifas é realizado pelas agências reguladoras estaduais, conforme legislação e regulação específicas. Os contratos de venda para as distribuidoras são públicos e estão disponíveis para consulta no site da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.