Carga recuou 0,2% em janeiro, afirma ONS

Alto índice de chuvas, desaquecimento econômico e variante Ômicron contribuíram para uma demanda menor ao SIN

A carga de energia apresentou leve redução de 0,2% em janeiro na comparação com o mesmo mês do ano passado, chegando a 72.196 MW médios, informa o boletim mensal do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Em relação a dezembro de 2021 houve expansão de 2,4%, ficando o acumulado dos últimos 12 meses num acréscimo de 3,8%.

A demanda por eletricidade foi impactada pela queda em vários segmentos econômicos. Outros fatores que acabaram refletindo nos resultados foi a piora do quadro da pandemia com a chegada da variante Ômicron ao Brasil, além da ocorrência de chuvas durante as duas primeiras semanas do mês. Também influíram as altas temperaturas a partir da terceira semana operativa no Sudeste/CentroOeste e Sul e mais gente em casa devido ao período de férias e ao home office.

O boletim também indicou variação do volume de carga no Sistema Interligado Nacional (SIN), com o Sul avançando 6,9% com 13.778 MW médios ante janeiro de 2021. O Norte teve alta de 2,2% e 5.718 MW médios. Já o SE/CO indicou decréscimo de 1,6%, com 41.452 MW médios, juntamente com a região Nordeste, que teve o maior declínio, com 4,4% e 11.248 MW médios.