A Engie Brasil Energia concluiu, através do Conjunto Eólico Trairi, localizado no estado do Ceará, sua primeira emissão de créditos de carbono em quatro de suas usinas instaladas no município.

De acordo com a empresa, o Conjunto Eólico Trairi é composto por 86 aerogeradores, somando 212,6 MW de potência instalada. Em um período de sete anos (2013 a 2020), foram emitidos 1.238.487 créditos de carbono. Cada unidade de crédito de carbono corresponde a uma tonelada de gás carbônico (CO2) que deixou de ser lançada no meio ambiente. Os créditos de carbono de Trairi bastariam para compensar as emissões equivalentes ao consumo de energia anual do Estado do Ceará por 5 anos.

Ao todo, foram quatro parques do Conjunto Eólico Trairi que emitiram créditos de carbono. O primeiro foi Guajiru, com 378.020 toneladas de dióxido de carbono equivalente, representado pela sigla tCO2e. O segundo foi Fleixeiras com 321.131 tCO2e, seguido de Mundaú com 273.653 tCO2e, e, por fim, Trairi com 310.683 tCO2e.